Versalhes inspira coleção de Alaia


Paris capital da moda e da criação

Desde a morte do costureiro Azzedine Alaia em novembro de 2017, seu antigo atelier foi transformado em espaço de exposição de suas coleções. Até 6 de janeiro de 2019, uma de suas primeiras e mais impressionantes coleções poderá ser admirada no 18, rue de la Verrerie, no Marais. A exposição intitulada L’Alchimie secrète d’une collection (a alquimia secreta de uma coleção) destaca a coleção primavera-verão 1992 inspirada na Marquesa de Pompadour, amante oficial do rei Luίs XV. Alaia costumava comparar seu destino ao da lendária Pompadour, que de origem modesta, apaixonada por artes e pela cultura francesa, torna-se uma das grandes figuras da histόria.

Exposição na semana de moda em Paris

Versalhes inspira coleção de Azzedine Alaia

Exposição no antigo atelier de Alaia Paris

Exposição de moda em Paris Alaia

Fundação Azzedine Alaia no Marais em Paris.
Alquimia entre Alaia e a Pompadour

Com o tema da marquesa de Pompadour e da corte de Versalhes, o desfile do verão 1992 levou 115 silhuetas para a passarela com modelos acinturados, cobertos de bordados ingleses, rendas, laçarotes, saias longas e estreitas, vestidos em malha e claro, muitos modelos em couro, muito presente no trabalho de Alaia. Esta coleção é realmente emblemática na trajetόria de Alaia e demonstra toda sua admiração e respeito pela figura da Pompadour, que tão bem representava a liberdade e o poder das mulheres.

A exposição  L’Alchimie secrète d’une collection será apresentada até o dia 6 de janeiro de 2019 , na Association Azzedine Alaia, 18, rue de la Verrerie, 75004 Paris.

Coleção de Alaia inspirada na Marquesa de Pompadour

Pompadour, uma mulher influente e de bom gosto

Jeanne-Antoinette nasceu em 29 de dezembro de 1721, em Paris, numa remediada família burguesa. Declarada amante oficial de Luίs XV foi agraciada pela corte com título de nobreza sendo nomeada como Marquesa de Pompadour. Com um novo nome e uma nova posição social, a amante oficial do monarca, aprende a etiqueta e o protocolo necessários para viver no castelo de Versalhes. Inteligente e culta, Madame de Pompadour exerceu grande influência na corte e estabeleceu regras na moda e na beleza, colaborando para o desenvolvimento das artes decorativas (pintura, escultura, arquitetura).

Marquesa de Pompadour Favorita do rei

Madame de Pompadour foi uma das raras mulheres tendo desempenhado um papel preponderante na vida artίstica, intelectual e polίtica do século XVIII. Amante oficial do rei Luίs XV, a famosa « Favorita » do monarca é representada em seu gabinete em seu papel de protetora das artes. Maurice Quentin de La Tour representa a marquesa, rodeada por atributos que simbolizam a literatura, a música, a astronomia e a gravura. Fazendo-se representar com tais referências artίsticas e literárias Madame de Pompadour objetiva chamar a atenção de Luίs XV para a  extraordinária evolução intelectual, moral, filosόfica e polίtica, efervecentes em Paris naquele perίodo e, dificilmente assimiladas na corte de Versalhes, restrita à sua etiqueta e princίpios.

Voilà!

 

E MAIS

Fiz um post também sobre exposição inaugural da Fundação Azzedine Alaia. Clique aqui.

Reveja a Exposição Dior sucesso de público em 2017. Nesse link.

Um museu no Marais que celebra a arte de viver no século XVIII. Aqui.

Conheça a pintura em pastel presente nas coleções do museu do Louvre. Sublime! Nesse link.

COMPARTILHAR

POSTS RELACIONADOS

Exposiçao pintura pastel no Louvre
Louvre: a arte da pintura em pastel

O museu do Louvre reune pela primeira vez,  uma das mais excepcionais coleções de pastéis européus dos séculos XVII e XVIII. A coleção apresenta 120 pastéis, dentre eles, algumas obras-primas, como o Retrato da marquesa de Pompadour, pelo artista Maurice Quentin de La Tour.  A técnica da pintura em pastel, é utilizada desde o final…

LER MAIS
Sugimentp da arquitetura classica francesa em Cheverny
Castelo de Cheverny no Vale do Loire: famoso castelo do Tintin

Vocês estão sempre me perguntando sobre passeios perto de Paris. Uma das regiões mais prόximas da capital francesa é a região do Vale do Loire (a cerca de 2h20 de carro) famosa pela presença de seus inúmeros e majestosos castelos. A região do Vale do Loire é também conhecida por ser uma região vitivinícola e…

LER MAIS
Museu Marie Curie: histόria e memόria cientίfica

Em novembro de 1891, Maria Sklodowska deixa a Polônia natal como governanta para realizar o sonho de estudar na Sorbonne, em Paris, longe de imaginar o importante legado que deixaria para o mundo, como Marie Curie. Aos 24 anos, a brilhante estudante ingressa na Sorbonne para seguir seus estudos em Fίsica e Matemática. Em 1894,…

LER MAIS
rue du Cherche Midi
Rue du Cherche-Midi : uma rua, meus endereços

Finalmente, tirei do papel a ideia do post « uma rua, meus endereços » De forma exaustiva não dá para citar todos os endereços bacanas da rua escolhida, pois são numerosos, mas quero com essa ideia falar de alguns dos preferidos. Nesse post de estréia, vou falar da rue du Cherche-Midi, uma rua das mais charmosas de…

LER MAIS

COMENTÁRIOS

instagram | @beminparis