Palácio Imperial de Malmaison: na intimidade de Josefina


Josefina Bonaparte : um destino excepcional

Aos 26 anos, o jovem Bonaparte, apaixonado, casa-se com Josefina proporcionando-lhe uma ascenção vertiginosa : esposa de um jovem general em 1796,  Primeiro Consul depois do golpe de Estado de 1799, Josefina torna-se a primeira Imperatriz dos Franceses, coroada pelo próprio Napoleão, na Catedral Notre-Dame de Paris, em 2 dezembro de 1804. Viúva do primeiro marido e mãe de um casal de filhos, impossibilitada de dar um herdeiro a Napoleão, recebeu de sua parte, um pedido de divórcio em novembro de 1809.

A Imperatriz Josefina Bonparte

Divorciada, Josefina retirou-se em Malmaison, nos arredores de Paris, palácio adquirido por ela com fundos deixados por Bonaparte antes de sua partida para a batalha do Egito.

Palacio Imperial de Malmaison

Gosto pelo luxo e pelas artes

Além dos presentes que recebeu do Papa e de outras personalidades ilustres, Josefina constituiu em Malmaison, uma coleção de obras de arte das mais variadas: pinturas antigas e modernas, esculturas, antiguidades e mobiliário realizado pelos melhores artesãos da época.

Imperatriz Josefina

Mobiliario Josefina

Uma mulher a frente de seu tempo

De sua origem crioula ao seu casamento com Napoleão Bonaparte, de sua posição de soberana à sua vida pós-divórcio, Josefina desempenhou um papel importante na criação do estilo da época consular e imperial. Moderna, era apaixonada por jardins, viagens, pela música e deixou sua marca nas artes decorativas com luxuosos móveis e objetos e, na moda, pela elegância e riqueza de seus vestidos e joias.

Joias da Imperatriz Josefina

O Palácio imperial de Malmaison e o fascinante universo de Josefina

Nos arredores de Paris, é possίvel fazer uma viagem no tempo pelo fascinante universo de Josefina, visitando o Palácio Imperial de Malmaison, localizado na comuna de Rueil-Malmaison, a oeste de Paris, onde você poderá, em especial, descobrir os suntuosos aposentos da Imperatriz Joséphine de Beauharnais, que conservam seu leito original, ou ainda, os aposentos do Imperador e também a impressionante baixela em porcelana de Sèvres, usada em grandes recepções. Depois do divórcio do casal, em 1809, o Imperador legou a Joséphine, tanto a propriedade, como suas coleções de arte. Joséphine continuou a receber hóspedes importantes, até a sua morte, aos 50 anos, em maio de 1814, em Malmaison.

aposentos de Josefina Bonaparte

Na visita guiada ao Palácio de Malmaison, abordamos a vida do casal imperial, as coleções do museu e o estilo imperial no mobiliário e artes decorativas.

Conheçam detalhes da Catedral Notre-Dame, onde o casal imperial foi coroado, em 1804. Nesse link.

COMPARTILHAR

POSTS RELACIONADOS

Azzedine Alaïa exposição Paris
“Azzedine Alaïa : Je suis Couturier”,

A morte repentina do costureiro Azzedine Aläia, em novembro de 2017, aos 77 anos, deixou o mundo da moda orfão de um dos maiores  gênios da costura e do estilismo. Para homenageá-lo, uma exposição excepcional em Paris exibe 41 vestidos de Alta costura de Alaïa, realizados entre 1981 et 2017. Instalada no local onde funcionou o…

LER MAIS
Edis Lima roteiros personalizados Paris
Edis Lima : como me tornei Guia Cultural em Paris

Bonjour! com um post para responder a uma das perguntas mais frequentes de vocês nas redes sociais: minha relação com a França e como vim morar em Paris. Gravei um vίdeo para o Canal @beminparis no You Tube no qual falo da minha relação com a pintura de Renoir, que me despertou para a cultura…

LER MAIS

COMENTÁRIOS

instagram | @beminparis