Olga Picasso : primeira esposa e musa inspiradora de Picasso


Poucos artistas do século XX podem rivalizar com Picasso pela quantidade de obras produzidas. Além de ter sido um artista incansável, perseverante e curioso, tal fato também pode ser explicado pela longevidade do artista, que chegou aos noventa e um anos.

Pablo Picasso (1881-1973)

Pablo Picasso (1881-1973)

Parte importante da obra de Picasso é marcada pela presença de mulheres, suas companheiras, esposas e musas. Sedutor inveterado, Picasso alimentou a fama de Don Juan e dividiu sua vida com sete mulheres, casando-se com duas delas, a francesa Jacqueline Roque, sua segunda e última esposa e a ucraniana Olga Khokhlova, com quem se casou pela primeira vez.

Olga Khokhlova,  é tema de uma exposição inédita no Museu Picasso em Paris.

Nascida em 1891 na cidade ucraniana de Nijyn, ainda sob o Império Russo, Olga Khokhlova integra em 1912 a prestigiada companhia de ballet russa dirigida por Serge Diaghilev. Olga conhece Picasso em Roma, em 1917, quando o artista foi convidado por Jean Cocteau para realizar décor e figurinos para o ballet Parade. Eles se casam em 1918 em Paris e Olga, então Olga Picasso, passa a ser a modelo preferida do artista.

Em muitas obras, Olga é retratada por Picasso com traços de melancolia, que traduz o difίcil contexto enfrentado pela famίlia de Olga na Rússia, em plena revolução.

O nascimento de Paul, em 1921, único filho do casal, dá uma outra dimensão à figura de Olga. Ela inspira Picasso na personificação da figura materna em composições que evocam uma doçura inédita na obra do artista. As obras expressam a serenidade e a cumplicidade de uma famίlia realizada e feliz. Felicidade esta que não durará por muito tempo. Pablo Picasso se envolve com a jovem francesa Marie-Thérèse Walter e o casal se separa em 1935.

O filho de Picasso e Olga,  Paul Picasso é retratado em diversas obras do artista.

A mais famosa delas, Paulo, vestido como arlequim, pintada em 1925, quando o filho tinha três anos.

Paulo vestido como Arlequim, Pablo Picasso

A mostra reune mais de 350 obras, pinturas, fotografias e desenhos que retratam a vida do casal, fazendo uma ligação entre o trabalho do artista e seu casamento com Olga.

Mostrei essa exposição no Snapchat e Stories #beminparis e alguém me perguntou por que tantas obras de Picasso em Paris ? essa pergunta pode ser esclarecida no post sobre o Museu Picasso em Paris.

Bonne lecture #boaleitura

Exposição Olga Picasso

Até o dia 3 de setembro de 2017.

O Museu Picasso fica no Marais – 5 rue de Thorigny Hôtel Salé – 75003 – Paris
Metrô : Chemin Vert (8), Saint-Paul (1)

Aberto todos os dias, das 10h30 às 18h (das 9h30 às 18h00 aos fins de semana)

Fechado às segundas-feiras, 1° de janeiro, 1° de maio, 25 de dezembro)

 

DESCOBRINDO OS BASTIDORES DO MARAIS COM UM GUIA PROFISSIONAL

O Marais é um dos bairros onde a BEM in Paris organiza passeios guiados a pé, explorando temas como arquitetura, histόria do Marais e de seus personagens histόricos, além daqueles endereços para compras diferenciadas e pontas-de-estoque bacanas e endereços gourmets que seleciono a dedo para os passeios guiados. Quer descobrir os bastidores do Marais com a gente ? detalhes nesse link.

 

COMPARTILHAR

POSTS RELACIONADOS

Museu das Artes Decorativas de Paris: vitrine do design

O Museu das Artes Decorativas de Paris fica no mesmo prédio do Louvre, no 107 rue de Rivoli. O MAD, como é conhecido entre os franceses, é mais conhecido do público estrangeiro por suas exposições temporárias de grande expressão, como foi a exposição Dior, recorde de público em 2017. Aos interessados por criação e design,…

LER MAIS
Poltrona listrada Pio Conti
Gio Ponti, arquiteto da elegância

O Museu das Artes Decorativas de Paris apresenta em sua nave central, a exposição Tutto Ponti, Gio Ponti archi-designer cobrindo o conjunto da carreira do arquiteto e designer italiano Gio Ponti, de 1921 a 1978. Considerado como um dos profissionais mais influentes do século XX, Ponti (1891-1979) interessa-se tanto pela produção industrial quanto pela produção…

LER MAIS
O icônicos modelos desenhados pelo costureiro Yves Saint Laurent
Um museu para Yves Saint Laurent

O Museu Yves Saint Laurent é a realização do sonho e iniciativa de Pierre Bergé, companheiro de Yves Saint Laurent (1936-2008)  durante doze anos. Em 1962,  Yves Saint Laurent cria, ao lado de Pierre Bergé, sua prόpria maison, situada no n° 30 bis, rue Spontini, no 16° distrito de Paris. Com o sucesso imediato do…

LER MAIS
Museu des Arts Forains : mundo encantado para crianças

O Museu des Arts Forains é um dos menos conhecidos em Paris e um dos mais curiosos ! Um museu não sό para crianças, mas para todas as idades, um verdadeiro sonho encantado que nos transporta no tempo. Os Pavilhões de Bercy ficam no sudeste de Paris, numa região ainda pouco explorada pelo turista estrangeiro. Construίdos…

LER MAIS

COMENTÁRIOS

instagram | @beminparis