Museu d’Orsay comemora 30 anos


Para celebrar os 30 anos do Museu d’Orsay  neste outono de 2016, o Segundo Império de Napoleão III é destaque no museu, através da exposição « Spectaculaire Seconde Empire, 1852-1870 ». A audaciosa transformação urbana da capital francesa engajada por Napoleão III e dirigida pelo barão Haussmann impulsiona a ascenção da burguesia e transforma Paris em palco de grandiosas festas e espetáculos. O circuito da exposição é temático estruturado em torno de pinturas, esculturas, fotografias, desenhos, objetos de arte e joias que retratam essa época de abundância e contradições. A exposição vai até 15 de janeiro de 2017.

coroa-josefina

Tiara da Imperatriz Eugênia, esposa do Imperador Napoleão III (ouro, diamantes e pérolas) 1853

Museu dos Impressionistas

O Museu d’Orsay está instalado na margem esquerda do rio Sena. Dedicado a criação artίstica de 1848 à 1914, o Orsay conserva ricas coleções nos domίnios da escultura, fotografia e artes decorativas. A grande atração do Orsay é a pintura impressionista representada por obras-primas mundialmente conhecidas de grandes artistas da segunda metade do século XIX e inίcio do século XX  : Courbet, Manet, Millet, Claude Monet, Van Gogh, Cézanne, Gauguin, entre outros.

orsay-monet

Papoulas, Claude Monet, 1873

orsay-bailarinas

Bailarinas de azul, Edgard Degas, 1890

caillebotte-orsay

Os raspadores de assoalho, de Caillebotte, um dos impressionistas que muito retratou a transformação urbana de Paris em meados do século XIX

De Estação ferroviária a Museu

Além de suas valiosas coleções, entender a arquitetura do museu é de extrema importância. Sobre as ruίnas do antigo Palais d’Orsay, sede do Tribunal de Contas incendiada durante a Comuna de 1871, foi construίda uma estação ferroviária, projetada pelo arquiteto Victor Laloux no estilo eclético da época, que mistura influências clássicas e elementos triunfalistas. Inaugurada por ocasião da Exposição Universal de 1900, a nova estação de trem funcionará durante trinta e nove anos apenas, pois apesar de receber uma movimentação considerável de viajantes, suas instalações se tornam rapidamente obsoletas.

Em 1973, começa o processo de transformação da gare para museu, prevendo a demolição da construção antiga resguardada devido sua inscrição no inventário dos monumentos histόricos. Respeitando sua arquitetura original, o edifίcio é reestruturado por três grandes arquitetos da época e passa a abrigar o Museu d’Orsay, inaugurado em 1986.

Ala central das esculturas

Na ala central do Orsay o visitante é acolhido por esculturas em mármore e bronze realizadas entre 1840 e 1875.

orsay-escultura

A Dança, escândalo no século XIX

Dentre as mais célebres está o conjunto escultural intitulado A Dança, realizado para a fachada da Ópera Garnier, pelo escultor Jean-Baptiste Carpeaux, no qual, da esquerda para a direita, estão representadas cinco figuras femininas dançando em torno de um jovem músico.

a-danca-carpeaux

Esculpida entre 1865 e 1869, “A Dança” provocou um verdadeiro escândalo na sociedade quando apresentada, em 1869. Embora gracioso, esse cortejo báquico chocou pela explίcita nudez de seus personagens.

O objetivo da visita ao Museu d’Orsay : entender o Impressionismo

Desde 1860, um grupo de artistas se reune pela busca de uma pintura naturalista e anti-acadêmica, a começar por Monet, Pissarro, Cézanne e Renoir. O foco da visita guiada da @beminparis no Museu d’Orsay é esclarecer ao visitante através de obras-primas de grandes mestres, a transição da pintura acadêmica para a pintura impressionista, que se desenvolve na França entre 1874 e 1880.

cezanne

Paul Cézanne, Maçãs e laranjas, por volta de 1899

 

Minha descoberta da França através do Impressionismo

Sempre tive uma relação de amor intensa com o Museu d’Orsay, pois meu primeiro contato com a pintura francesa foi através do Impressionismo, mais precisamente com a pintura de Renoir. A primeira vez que vi o quadro de Renoir, « Baile do Moulin da Galette » (Bal au Moulin de la Galette), por volta dos meus 16 anos, tive a imediata sensação de um despertar. Despertar para o novo, para a vida, para um mundo de possibilidades através da cultura ! Foi mesmo como uma luz, um raio de sol que entrou em minha vida !  Desde então, comecei a aprender francês e a me interessar por tudo que envolve a cultura e o patrimônio da França e aqui estou, há 15 anos em Paris!

renoir

“Baile no Moinho da Galette”, Auguste-Renoir, 1876

Quem segue o Snapchat @beminparis  pôde acompanhar o meu #momentogloriamaria  « real », quando eu tive a imensa alegria de me encontrar com a réporter Glόria Maria, por quem sempre tive grande admiração. Para coroar e completar meu sonho, tive o prazer de guiar a Glόria Maria e suas duas filhas no Museu d’Orsay. Aliás, as crianças adoram visitar o Orsay !  Emoção e realização traduzem um dos meus mais importantes momentos de 2016 !  Definitivamente, o Impressionismo entrou na minha vida para me trazer sό felicidade ! Obrigada a vocês, mais uma vez, pela torcida.

 


Pausa gourmet no Café Campana

Nada como terminar uma visita cultural com uma pausa gourmet ou gastronômica! O Orsay inaugurou em 2011, o Café Campana, restaurante decorado pelos designers brasileiros « Irmãos Campana » (Humberto e Fernando Campana) Eh, oui !!!. O Café Campana funciona como Brasserie e serve durante o horário de funcionamento do museu pratos simples, leves, acompanhados de uma carta de pâtissseries de grife.

campana

O Café Campana fica no 5° andar no Museu d’Orsay na saida do circuito da pintura Impressionista

 

E você, tem alguma estória marcante ou curiosidade para compartilhar aqui relacionada a uma obra de arte ?

 

E mais!

Começa na França o horário de verão – Leia aqui

 

COMPARTILHAR

POSTS RELACIONADOS

Jardins de Monet
Casa e Jardins de Monet em Giverny – temporada 2019

Uma das perguntas mais frequentes que recebo nas redes sociais da @beminparis é sobre o perίodo de visitação anual dos Jardins de Monet. Todo ano, a casa e os jardins de Monet, em Giverny, fecham durante o inverno e reabrem na primavera, isso porque as flores não resistem ao frio. Giverny fica a uma hora…

LER MAIS
A alegre pintura de Renoir nos bailes de Montmartre
O impressionismo e a moda

Na época dos impressionistas, as roupas da moda eram vendidas a preços mόdicos. Homens e mulheres que apreciavam seguir a moda, encontravam ilustrações de modelos em jornais especializados que divulgavam as mais célebres criações das maisons de couture, modistas, alfaiates e lojas que propunham elementos necessários à composição de trajes eegantes, vestidos e chapéus. Nos…

LER MAIS
Jardins de Monet
Casa e Jardins de Monet em Giverny : temporada 2018

Quando reabrem os Jardins de Monet em Giverny ? é uma das perguntas que mais tenho recebido no Instagram @beminparis. Mesmo tendo se encantado com Paris coberta de neve, quem visitou Paris nesse inverno estranhou o frio rigoroso e o vento gelado. Felizmente, as temperaturas já estão mais amenas e os dias iluminados e todos já…

LER MAIS
Corra para visitar o Museu Carnavalet

O Museu Carnavalet é um daqueles museus que não podem ficar de fora do roteiro de apaixonados por mobiliário de época. O Carnavalet é um museu municipal, cuja visita da coleção permanente é gratuita, sendo cobrada a entrada, apenas para exposições temporárias. O Carnavalet é dedicado a história de Paris, desde suas origens até os…

LER MAIS

COMENTÁRIOS

instagram | @beminparis

This error message is only visible to WordPress admins

Error: API requests are being delayed for this account. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram Access Token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.

Error: No posts found.

Make sure this account has posts available on instagram.com.