O impressionismo e a moda


Na época dos impressionistas, as roupas da moda eram vendidas a preços mόdicos. Homens e mulheres que apreciavam seguir a moda, encontravam ilustrações de modelos em jornais especializados que divulgavam as mais célebres criações das maisons de couture, modistas, alfaiates e lojas que propunham elementos necessários à composição de trajes eegantes, vestidos e chapéus. Nos anos 1875-1895, surgem inúmeras maisons de haute couture e costureiros famosos, a exemplo do precursor, o inglês Charles Frederick Worth, que cria em 1858, a primeira maison de alta-costura em Paris.

A pintura impressionista representa uma revolução pictural, um rompimento com a pintura acadêmica e além de paisagens, os artistas impressionistas vão representar a revolução industrial e a transformação urbana de Paris, que marcam a transformação da sociedade, de seu estilo de vida e novos modos de consumo.

Quem segue a @beminparis no Instagram já percebeu que eu adoro moda (tanto que criei a tag #lookdaguia). Não tem como ficar indiferente à moda, vivendo há 18 anos em Paris, cidade que respira moda e lança tendências. Deixo vocês com algumas imagens de obras do acervo do museu d’Orsay, algumas com as quais abordo, durante a visita guiada, moda, estilo de vida e comportamento no final do século XIX, auge da pintura impressionista.

A alegre pintura de Renoir nos bailes de Montmartre

Pintura de Renoir ispiradora

Impressionismo e a moda no Orsay

Impressionismo e a moda

Chapéus na moda francesa

Moda masculina na França

Moda masculina em Paris

 

E MAIS …

Conheça o Ópera Garnier, principal monumento contruίdo nesse perίodo. Nesse link.

A arquitetura de Paris como vemos hoje foi definida nesse final de século XIX. Tem post aqui.

 

A BEM IN PARIS propõe visita guiada no Museu d’Orsay abordando o surgimento e a evolução da pintura impressionista por um circuito de obras-primas de artistas como Renoir, Monet, Pissaro, Manet, entre outros.

Informações e reservas pelo E-mail: contato@beminparis.com

 

COMPARTILHAR

POSTS RELACIONADOS

Poltrona listrada Pio Conti
Gio Ponti, arquiteto da elegância

O Museu das Artes Decorativas de Paris apresenta em sua nave central, a exposição Tutto Ponti, Gio Ponti archi-designer cobrindo o conjunto da carreira do arquiteto e designer italiano Gio Ponti, de 1921 a 1978. Considerado como um dos profissionais mais influentes do século XX, Ponti (1891-1979) interessa-se tanto pela produção industrial quanto pela produção…

LER MAIS
Pablo Picasso celebrado em Paris
2018: Picasso celebrado em Paris

Nascido em Málaga em 1881, Picasso viveu e iniciou seu aprendizado na pintura, na Espanha, onde assimilou a arte dos grandes mestres espanhóis do século XVII, o Século de ouro da pintura (Vélasquez, Murillo), antes de partir para Barcelona e de se instalar finalmente, em Paris, onde produziu grande parte de suas obras. Picasso chega…

LER MAIS
Tenda da instalação Napoleão na Bienal Paris
Bienal Paris no Grand Palais

A Bienal Paris é um dos eventos culturais mais prestigiados da capital francesa. Durante uma semana, a Bienal reune sob a histόrica cúpula do Grand Palais, cerca de sessenta galeristas franceses e estrangeiros. Comparada a um museu efêmero, a Bienal é um salão histόrico e patrimonial, reunindo coleções excepcionais de quadros, esculturas, mόveis e objetos…

LER MAIS
Kowei Nawa no Louvre
Japão na França: trono contemporâneo sob a Pirâmide do Louvre

A Pirâmide do Louvre é um dos elementos de maior atração do museu e, desde abril de 2014, o Louvre tem convidado artistas contemporâneos para criarem instalações temporárias especificamente para serem exibidas sob sua Pirâmide central, principal entrada do museu, criada pelo arquiteto sino-americano Ieoh Ming Pei. O « Trono » de Kohei Nawa Nascido em Osaka,…

LER MAIS

COMENTÁRIOS

instagram | @beminparis