Museu Yves Saint Laurent : « a revolução Mondrian »


O Museu Yves Saint Laurent exibe atualmente a coleção outono-inverno 1965, que marcou a histόria da moda. Batizada « Revolucionária », ela propõe um estilo moderno e de vanguarda apoiada principalmente em uma série de vestidos, inspirados da obra do pintor Piet Mondrian (1872-1944).

Para entender a ligação entre Mondrian e essa célebre coleção, começo abordando a trajetόria artίstica de Mondrian.

Piet Mondrian (1872-1944) pintor holandês, retrata em sua pintura mulheres e paisagens. Atraίdo pelo cubismo, chega em Paris, em 1912, e, começa a decompor o tema, influenciado pelas obras de Braque e de Picasso. Pouco a pouco, a figuração dá lugar a figuras geométricas. Mondrian estudou na Academia de Belas Artes de Amsterdã e levou a arte abstrata ao extremo através da simplificação, tanto na composição como no colorido, buscando expor os princίpios que estão por baixo da aparência.

Mondrian pintor holandês

Geometria

composição abstrada de Mondrian inspira Yves Saint Laurent

Em sua obra Composição com vermelho, amarelo, azul e preto, toda perspectiva desaparece para que o elementos de base da pintura fiquem evidentes : as cores primárias, uma grade na cor preta e um fundo branco (1921). Essa emblemática pintura marca o surgimento do  « estilo Mondrian », e inspira, além de Yves Saint-Laurent, Vivienne Westwood, Moschino, e outros estilistas.

Vestido Mondrian : obra de arte ou Alta Costura

o famoso vestido Mondrian de Yves Saint Laurent

Diretamente inspirado da obra abstrada do artista holandês, o vestido Mondrian imaginado por Yves Saint Laurent, em 1965, causou surpresa no desfile Haute Couture outono-inverno “Homenagem à Mondrian”, por quebrar os padrões da época.

Os vestidos na época tinham a cintura marcada e essa coleção de vestidos tubos, retos, com efeito color-block, cores marcantes e cumprimento acima do joelho, era completamente vanguardista. Verdadeira obra de arte, o protόtipo do vestido Mondrian foi realizado por Azzedine Alaïa. Com o vestido reto, o corpo em movimento se submete ao rigor das formas geométricas.

Yves Saint Laurent e o famoso vestido Mondrian

Afirmando sua vontade de confrontação com artistas fundamentais da modernidade, Yves Saint Laurent acaba colaborando para a celebridade do pintor holandês, pouco conhecido do grande público. Hoje, essas peças icônicas fazem parte da cultura popular e continuam sendo reinterpretadas por artistas contemporâneos.

A exposição “La révolution Mondrian” vai até 31 de dezembro de 2019, então temos até o final de ano para vê-la e revê-la.

O Museu Yves Saint Laurent (5, av. Marceau 75008) abre de terça a domingo, das 11h às 18h. Post completo sobre o museu Yves Saint Laurent no link.

Para esse primeiro semestre de 2019, também sugiro a exposição de moda na Associação Azzedine Alaia, sobre Gilbert Adrian, mestre do tailleur na moda americana dos anos 1940 – 1950. Adrian e Alaia – a arte do tailleur. Até 23 de junho de 2019. Confira os detalhes nesse link.

PASSEIOS PERSONALIZADOS EM PARIS

A BEM in Paris oferece passeios personalizados em Paris, explorando o melhor da cultura francesa com passeios culturais planejados e realizados por Guias Culturais experientes e conhecedores do estilo de vida parisiense. Exposições temporárias podem ser incluídas nos roteiros. Entre em contato para passeios privativos ou passeios em pequenos grupos, pelo E-mail : contato@beminparis.com

COMPARTILHAR

POSTS RELACIONADOS

Impressionismo e a moda no Orsay
A origem da Alta Costura em Paris

A origem da Alta Costura « Haute Couture » é atribuída ao inglês Charles Frédérick WORTH, que abre em 1858, no n° 7, rue de la Paix, a primeira verdadeira Maison de Couture. Antes disso, Rose Bertin, « Ministra da Moda » de Maria-Antonieta, tinha iniciado esse caminho, tendo sido a primeira modista a liberar…

LER MAIS
Balenciaga e Alaia lado a lado em Paris
A moda de Balenciaga e Azzedine Alaïa celebrada em Paris

A moda de Balenciaga e Azzedine Alaïa é celebrada em exposição inédita em Paris nesse primeiro semestre de 2020. O costureiro espanhol Cristóbal Balenciaga, nasceu na Espanha em 1895. Em 1919 abriu a sua primeira casa de costura em San Sebastian (Espanha) e devido a Guerra Civil Espanhola mudou-se para Paris, onde abriu sua maison em 1937. Balenciaga foi considerado o…

LER MAIS
exposição de moda Alaia estilista gênio
Exposição de moda: collab entre Alaia e Tati

A nova exposição de moda  da Fondation Alaïa trata das famosas collabs entre grifes e marcas de fast fashion, hoje em dia, muito comuns. O estilista Azzedine Alaïa, ainda nos anos 1990, foi o primeiro nome de expressão na moda a unir o nome de sua grife a uma marca popular, mais exatamente, a uma…

LER MAIS
« Back Side, dos à la mode », exposição de moda no museu Bourdelle

O Palais Galliera, museu da moda de Paris, realiza exposições temáticas abordando décadas, grandes nomes do estilismo e figuras da moda, influências e evolução do vestuário. As exposições acontecem duas vezes por ano, quando o Galliera apresenta uma parte de suas inestimáveis e frágeis coleções que testemunham da genialidade criativa da moda do século XVIII…

LER MAIS

COMENTÁRIOS

instagram | @beminparis

This error message is only visible to WordPress admins

Error: API requests are being delayed. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram access token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.

Error: API requests are being delayed for this account. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram Access Token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.

Error: No posts found.

Make sure this account has posts available on instagram.com.