Museu Marie Curie: histόria e memόria cientίfica


Em novembro de 1891, Maria Sklodowska deixa a Polônia natal como governanta para realizar o sonho de estudar na Sorbonne, em Paris, longe de imaginar o importante legado que deixaria para o mundo, como Marie Curie.

Aos 24 anos, a brilhante estudante ingressa na Sorbonne para seguir seus estudos em Fίsica e Matemática. Em 1894, ela já se destaca como a melhor do ano na Sorbonne. Um ano mais tarde Maria Sklodowska casa-se com o francês Pierre Curie, outro apaixonado por ciências. O casal se une por um sό objetivo, o de se dedicar exaustivamente à pesquisa cientίfica.

Primeira mulher doutora em ciências, em 1894, Marie Curie conquistou em 1903, o prêmio Nobel feminino de Fίsica, ao lado de seu marido e de Henri Becquerel. A cientista recebe o prêmio Nobel por duas vezes, pois em 1911, receberá  igualmente, o prêmio Nobel de Quίmica – primeira mulher a lecionar na Sorbonne, em 1906, primeira mulher a integrar a Academia nacional de medicina, em 1922, na época, a única mulher enterrada no Panteão de Paris, por seus méritos, em 1995. A cientista Marie Curie foi uma mulher pioneira.

Primeira mulher doutora em ciências e primeiro prêmio Nobel feminino.

Pierre e Marie Curie a serviço da ciência

Em 1898, o casal descobre três elementos quίmicos fundamentais: o rádio, o polonio e o tório – e conseguiu desenvolver técnicas essenciais para isolar isótopos radioativos. Dessa descoberta nasce a teoria da relatividade, que leva aos processos de radioterapia e radiografia, essenciais para o tratamento de muitos doentes oncológicos.

Marie Curie perdera seu grande companheiro na vida e na carreira cientίfica, em 1906, quando Pierre Curie morre de um trágico atropelamento no coração de Paris. Mãe de duas filhas, Marie Curie continua trabalhando incansavelmente em prol da ciência e assume sua batalha contra o câncer, dirigindo uma equipe de fίsicos e quίmicos, no comando do Instituto do radium, que une pesquisa cientίfica e tratamento.

Por ironia do destino, a cientista acabou por morrer de leucemia devido à constante exposição à radioatividade: em grande parte durante a preparação de medicamentos para tratar militares feridos e a montagem de unidades móveis de raio-x, ao longo da Primeira Guerra Mundial.

Marie Curie morre aos 66 anos, em 4 de julho de 1934, depois de vinte anos dedicados a seu laboratόrio.

Um museu para a ciência

O Museu Curie fica no antigo local onde funcionou o Instituto do radium, perto do Panteão de Paris. O museu dispõe de inúmeros arquivos manuscritos, fotografias e vίdeos retratando o trabalho da célebre cientista, primeira diretora do loboratόrio. No museu também foram conservados o gabinete e o laboratόrio pessoal de quίmica de Marie Curie, reconstituίdos como na época. Uma visita gratuita e emocionante nos passos dessa grande mulher dona de dois prêmios Nobel.

Marie Curie cientista Nobel

Museu cientifico em Paris

O laboratorio de Marie Curie em Paris

Musée Marie Curie

1, rue Pierre-et-Marie-Curie 75005 Paris

Cultura & Boa Mesa estão no centro da nossa proposta de passeios. Confira nesse link alguns dos restaurantes selecionados por nossa equipe.

COMPARTILHAR

POSTS RELACIONADOS

Leda por Gustave Moreau
Gustave Moreau : museu secreto e surpreendente em Paris

Origem do simbolismo O simbolismo surge no final do século XIX, reunindo pintores, escultores, escritores e músicos. Eles querem traduzir o irracional, seus desejos conscientes e inconscientes. Enquanto a revolução industrial promove a ciência, a matéria, o realismo e a razão, o simbolismo exalta o imaginário, os sonhos, os fenômenos sobrenaturais, o misticismo e as…

LER MAIS
Os segredos da Vênus de Milo
Louvre : os segredos da Vênus de Milo

Admirada, copiada, citada, subvertida, a Vênus de Milo tem fascinado o público, desde a sua entrada no Louvre em 1821. Célebre no mundo inteiro, a mulher sem braços é no entanto mal conhecida. Em primeiro lugar, deveria ser rebatizada e nomeada corretamente, com o seu nome grego, « Afrodite de Melos ». Contudo, por falta de atributo,…

LER MAIS
10 curiosidades sobre Versalhes

Símbolo da perfeição clássica, o conjunto composto pelo castelo, seus jardins e Trianon forma um universo complexo construído, majoritariamente, no reinado de Luís XIV, que não mediu esforços para a contratação dos maiores artistas, arquitetros, pintores e mestres em jardins, de seu tempo.   O famoso « Rei Sol », herdou de sua mãe Ana da Áustria,…

LER MAIS
Eugène Delacroix
Na intimidade de Delacroix

No passeio guiado pelo bairro histórico de Saint-Germain des Prés, sempre que possível, entramos pelo menos no pátio de museu Delacroix, onde viveu o artista, um dos maiores nomes do Romantismo na França. O museu Delacroix fica no primeiro andar de um pequeno prédio do n° 6, rue de Furstenberg, local onde Delacroix morou e…

LER MAIS

COMENTÁRIOS

instagram | @beminparis

This error message is only visible to WordPress admins

Error: No connected account.

Please go to the Instagram Feed settings page to connect an account.