Museu Marie Curie: histόria e memόria cientίfica


Em novembro de 1891, Maria Sklodowska deixa a Polônia natal como governanta para realizar o sonho de estudar na Sorbonne, em Paris, longe de imaginar o importante legado que deixaria para o mundo, como Marie Curie.

Aos 24 anos, a brilhante estudante ingressa na Sorbonne para seguir seus estudos em Fίsica e Matemática. Em 1894, ela já se destaca como a melhor do ano na Sorbonne. Um ano mais tarde Maria Sklodowska casa-se com o francês Pierre Curie, outro apaixonado por ciências. O casal se une por um sό objetivo, o de se dedicar exaustivamente à pesquisa cientίfica.

Primeira mulher doutora em ciências, em 1894, Marie Curie conquistou em 1903, o prêmio Nobel feminino de Fίsica, ao lado de seu marido e de Henri Becquerel. A cientista recebe o prêmio Nobel por duas vezes, pois em 1911, receberá  igualmente, o prêmio Nobel de Quίmica – primeira mulher a lecionar na Sorbonne, em 1906, primeira mulher a integrar a Academia nacional de medicina, em 1922, na época, a única mulher enterrada no Panteão de Paris, por seus méritos, em 1995. A cientista Marie Curie foi uma mulher pioneira.

Primeira mulher doutora em ciências e primeiro prêmio Nobel feminino.

Pierre e Marie Curie a serviço da ciência

Em 1898, o casal descobre três elementos quίmicos fundamentais: o rádio, o polonio e o tório – e conseguiu desenvolver técnicas essenciais para isolar isótopos radioativos. Dessa descoberta nasce a teoria da relatividade, que leva aos processos de radioterapia e radiografia, essenciais para o tratamento de muitos doentes oncológicos.

Marie Curie perdera seu grande companheiro na vida e na carreira cientίfica, em 1906, quando Pierre Curie morre de um trágico atropelamento no coração de Paris. Mãe de duas filhas, Marie Curie continua trabalhando incansavelmente em prol da ciência e assume sua batalha contra o câncer, dirigindo uma equipe de fίsicos e quίmicos, no comando do Instituto do radium, que une pesquisa cientίfica e tratamento.

Por ironia do destino, a cientista acabou por morrer de leucemia devido à constante exposição à radioatividade: em grande parte durante a preparação de medicamentos para tratar militares feridos e a montagem de unidades móveis de raio-x, ao longo da Primeira Guerra Mundial.

Marie Curie morre aos 66 anos, em 4 de julho de 1934, depois de vinte anos dedicados a seu laboratόrio.

Um museu para a ciência

O Museu Curie fica no antigo local onde funcionou o Instituto do radium, perto do Panteão de Paris. O museu dispõe de inúmeros arquivos manuscritos, fotografias e vίdeos retratando o trabalho da célebre cientista, primeira diretora do loboratόrio. No museu também foram conservados o gabinete e o laboratόrio pessoal de quίmica de Marie Curie, reconstituίdos como na época. Uma visita gratuita e emocionante nos passos dessa grande mulher dona de dois prêmios Nobel.

Marie Curie cientista Nobel

Museu cientifico em Paris

O laboratorio de Marie Curie em Paris

Musée Marie Curie

1, rue Pierre-et-Marie-Curie 75005 Paris

Cultura & Boa Mesa estão no centro da nossa proposta de passeios. Confira nesse link alguns dos restaurantes selecionados por nossa equipe.

COMPARTILHAR

POSTS RELACIONADOS

Eugène Delacroix
Na intimidade de Delacroix

No passeio guiado pelo bairro histórico de Saint-Germain des Prés, sempre que possível, entramos pelo menos no pátio de museu Delacroix, onde viveu o artista, um dos maiores nomes do Romantismo na França. O museu Delacroix fica no primeiro andar de um pequeno prédio do n° 6, rue de Furstenberg, local onde Delacroix morou e…

LER MAIS
Balenciaga e Alaia lado a lado em Paris
A moda de Balenciaga e Azzedine Alaïa celebrada em Paris

A moda de Balenciaga e Azzedine Alaïa é celebrada em exposição inédita em Paris nesse primeiro semestre de 2020. O costureiro espanhol Cristóbal Balenciaga, nasceu na Espanha em 1895. Em 1919 abriu a sua primeira casa de costura em San Sebastian (Espanha) e devido a Guerra Civil Espanhola mudou-se para Paris, onde abriu sua maison em 1937. Balenciaga foi considerado o…

LER MAIS
exposicao-Louboutin
Exposição em Paris celebra Christian Louboutin

Uma exposição excepcional em Paris celebra Louboutin! 55 anos, 28 anos de criações marcantes em seu próprio nome, o designer de sapatos Christian Louboutin é famoso em todo o mundo por seus desejados sapatos de solado vermelho. Expressão de uma época, de uma cultura, de uma identidade, a moda tem ganhado cada vez mais espaço…

LER MAIS
exposição sobre o sapato em Paris
Exposição sobre o Sapato no Artes Decorativas de Paris

O Museu das Artes Decorativas de Paris continua a explorar a relação do corpo e a moda, com um componente tão surpreendente quanto original, o sapato abordando aspectos históricos e técnicos em torno da marcha. A exposição « Marche e démarche », (em português, Caminhada e marcha), promete ser mais um grande sucesso no meio fashionista e…

LER MAIS

COMENTÁRIOS

instagram | @beminparis

This error message is only visible to WordPress admins

Error: API requests are being delayed. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram access token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.

Error: API requests are being delayed for this account. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram Access Token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.

Error: No posts found.

Make sure this account has posts available on instagram.com.