Martin Margiela em duas exposições em Paris


modelo negra Martin Margiela

Paris dedica duas exposições retrospectivas ao grande estilista belga Martin Margiela. Uma retraça sua trajetόria no museu Galliera, a outra, no museu das Artes Decorativas, aborda seus anos de colaboração com a maison Hermès.

Primeira retrospectiva dedicada a Martin Margiela, em Paris, a exposição retraça, da primavera-verão 1989 a primavera-verão 2009, a carreira do estilista, que questiona tanto as estruturas da roupa quando os sistemas da moda.

Diplomado em moda pela Académie royale des beaux-arts, de Anvers, em 1980, assistente de Jean Paul Gaultier entre 1984 e 1987, Martin Margiela (Louvain, 1957), lidera a escola de Anvers, sendo o único estilista belga de sua geração a fundar sua maison em Paris.

Por sua abordagem conceitual, Margiela questiona a estética da moda de seu tempo. O estilista pesquisa a roupa nos mίnimos detalhes, estuda a construção da roupa pela sua desconstrução, revela seu avesso e torna aparente as etapas de sua fabricação.

Margiela questiona também o descarte da roupa com sua linha « Artesanal », feita de roupas vintage ou de objetos recuperados, transformados pelo estilista em peças únicas, costuradas à mão, ou com sua série « Replica » de roupas garimpadas que ele reproduz fielmente, como tantos clássicos atemporais.

Martin Margiela

Exposição Margiela Paris

Exposição de moda em Paris

Margiela : o estilista invisίvel

Margiela é considerado o estilista invisvel por ter preferido o anonimato para preservar sua vida privada, evitando entrevistas e aparições. Margiela deixa definitivamente a marca em 2009, que desde então é dirigida pelo britânico John Galliano.

Mais de 130 silhuetas, vίdeos de desfiles, arquivos e instalações especiais são apresentados nessa exposição que traz um olhar inédito sobre um dos mais influentes criadores da moda contemporânea.

Margiela para a Hermès

Para completar a mostra sobre Margiela, o museu das Artes Decorativas de Paris destaca seus oito anos de trabalho na maison Hermès, a partir de 1989, quando a maison desenvolve o prêt-à-porter.

Martin Margiela na Hermès

O estilista belga Margiela para Hermès

MARGIELA/GALLIERA, 1989-2009

De 3 de março a 15 de julho de 2018

Palais Galliera, 10, avenue Pierre-1er-de-Serbie, 16e.

Fechado às segundas-feiras

 

MARGIELA, Les années Hermès, 1989-2009

De 22 de março a 2 de setembro 2018

Les Arts Décoratifs. 107, rue de Rivoli, 1er

Fechado às segundas-feiras

 

E MAIS …

Azzedine Alaïa também é celebrado em Paris em 2018. Confira nesse post.

Reveja a exposição Dior, recorde de público nos Artes Decorativas. Aqui.

Assista a um desfile de moda na Galeries Lafayette. Detalhes no link.

COMPARTILHAR

POSTS RELACIONADOS

Dior em Londres, a exposição do ano

Londres e Paris são capitais prόximas separadas apenas por 2h15 de Eurostar, o trem de alta velocidade (300km/h) que liga as duas cidades pelo Canal da Mancha. A viagem é rapida e prática, pois o trem sai do centro de Paris, da Gare du Nord e em Londres, chega em uma região central, na estação…

LER MAIS
o famoso vestido Mondrian de Yves Saint Laurent
Museu Yves Saint Laurent : « a revolução Mondrian »

O Museu Yves Saint Laurent exibe atualmente a coleção outono-inverno 1965, que marcou a histόria da moda. Batizada « Revolucionária », ela propõe um estilo moderno e de vanguarda apoiada principalmente em uma série de vestidos, inspirados da obra do pintor Piet Mondrian (1872-1944). Para entender a ligação entre Mondrian e essa célebre coleção, começo abordando…

LER MAIS
Azzedine Alaia costureiro tunisiano
Exposição de moda: Adrian e Alaïa- a arte do tailleur

Uma exposição inédita reune dois grandes nomes que mudaram a histόria da moda : Gilbert Adrian e Azzedine Alaïa. Pela primeira vez modelos de Azzedine Alaïa são exibidos ao lado de modelos de Gilbert Adrian, costureiro americano mίtico, conhecido simplesmente como Adrian. Ao longo de sua carreira, Adrian foi diretor de figurinos na Metro Goldwyn Mayer…

LER MAIS
mulheres negras na Vogue Paris
Vogue Paris e ONU Femmes – arte e causa social com mulheres inspiradoras

A Monnaie de Paris recebe até o dia 27 de fevereiro de 2019, a exposição “Artistes à la Une, Togeth’her”®, organizada para apoiar programas da ONU Femmes, em prol da igualmente dos sexos e autonomia da mulher. Artistas de várias parte do mundo, homens e mulheres, foram convidados à imaginar uma capa (virgem) da revista…

LER MAIS

COMENTÁRIOS

instagram | @beminparis