Martin Margiela em duas exposições em Paris


modelo negra Martin Margiela

Paris dedica duas exposições retrospectivas ao grande estilista belga Martin Margiela. Uma retraça sua trajetόria no museu Galliera, a outra, no museu das Artes Decorativas, aborda seus anos de colaboração com a maison Hermès.

Primeira retrospectiva dedicada a Martin Margiela, em Paris, a exposição retraça, da primavera-verão 1989 a primavera-verão 2009, a carreira do estilista, que questiona tanto as estruturas da roupa quando os sistemas da moda.

Diplomado em moda pela Académie royale des beaux-arts, de Anvers, em 1980, assistente de Jean Paul Gaultier entre 1984 e 1987, Martin Margiela (Louvain, 1957), lidera a escola de Anvers, sendo o único estilista belga de sua geração a fundar sua maison em Paris.

Por sua abordagem conceitual, Margiela questiona a estética da moda de seu tempo. O estilista pesquisa a roupa nos mίnimos detalhes, estuda a construção da roupa pela sua desconstrução, revela seu avesso e torna aparente as etapas de sua fabricação.

Margiela questiona também o descarte da roupa com sua linha « Artesanal », feita de roupas vintage ou de objetos recuperados, transformados pelo estilista em peças únicas, costuradas à mão, ou com sua série « Replica » de roupas garimpadas que ele reproduz fielmente, como tantos clássicos atemporais.

Martin Margiela

Exposição Margiela Paris

Exposição de moda em Paris

Margiela : o estilista invisίvel

Margiela é considerado o estilista invisvel por ter preferido o anonimato para preservar sua vida privada, evitando entrevistas e aparições. Margiela deixa definitivamente a marca em 2009, que desde então é dirigida pelo britânico John Galliano.

Mais de 130 silhuetas, vίdeos de desfiles, arquivos e instalações especiais são apresentados nessa exposição que traz um olhar inédito sobre um dos mais influentes criadores da moda contemporânea.

Margiela para a Hermès

Para completar a mostra sobre Margiela, o museu das Artes Decorativas de Paris destaca seus oito anos de trabalho na maison Hermès, a partir de 1989, quando a maison desenvolve o prêt-à-porter.

Martin Margiela na Hermès

O estilista belga Margiela para Hermès

MARGIELA/GALLIERA, 1989-2009

De 3 de março a 15 de julho de 2018

Palais Galliera, 10, avenue Pierre-1er-de-Serbie, 16e.

Fechado às segundas-feiras

 

MARGIELA, Les années Hermès, 1989-2009

De 22 de março a 2 de setembro 2018

Les Arts Décoratifs. 107, rue de Rivoli, 1er

Fechado às segundas-feiras

 

E MAIS …

Azzedine Alaïa também é celebrado em Paris em 2018. Confira nesse post.

Reveja a exposição Dior, recorde de público nos Artes Decorativas. Aqui.

Assista a um desfile de moda na Galeries Lafayette. Detalhes no link.

COMPARTILHAR

POSTS RELACIONADOS

Chistian Dior New Look
Exposição celebra os 70 anos de Alta costura da Dior

O Musée des Arts Décoratifs (museu das artes decorativas) de Paris, apresenta uma retrospectiva excepcional de sete décadas de histόria e de criação da maison Dior. A exposição que celebra os 70 anos da Alta costura da Dior mostra a extrema riqueza do universo criativo de Christian Dior apresentando trezentos vestidos de Alta costura, inúmeros…

LER MAIS
Balenciaga : exposição de moda no Museu Bourdelle

O Museu Bourdelle Escultor francês, Antoine Bourdelle (1861-1929) instalou seu atelier e residência numa rua tranquila do bairro de Montparnasse, a partir de 1885, lugar de moradia de predileção de artistas da época. Colaborador de Rodin, Bourdelle conduziu sua carreira inspirado no grande mestre da escultura e como Rodin, também quis transformar seu atelier em…

LER MAIS
4 exposições no Artes Decorativas : design e moda

No Museu das Artes Decorativas, moda, publicidade e artes decorativas estão reunidos em mais de 10 000m². As coleções ilustram a histόria do gosto, do talento, da ingeniosidade e da arte de viver da Idade Média aos dias de hoje. Fui conferir as 4 exposições temporárias do Artes Decorativas com temas relacionados ao design e a…

LER MAIS

COMENTÁRIOS

instagram | @beminparis