Martin Margiela em duas exposições em Paris


modelo negra Martin Margiela

Paris dedica duas exposições retrospectivas ao grande estilista belga Martin Margiela. Uma retraça sua trajetόria no museu Galliera, a outra, no museu das Artes Decorativas, aborda seus anos de colaboração com a maison Hermès.

Primeira retrospectiva dedicada a Martin Margiela, em Paris, a exposição retraça, da primavera-verão 1989 a primavera-verão 2009, a carreira do estilista, que questiona tanto as estruturas da roupa quando os sistemas da moda.

Diplomado em moda pela Académie royale des beaux-arts, de Anvers, em 1980, assistente de Jean Paul Gaultier entre 1984 e 1987, Martin Margiela (Louvain, 1957), lidera a escola de Anvers, sendo o único estilista belga de sua geração a fundar sua maison em Paris.

Por sua abordagem conceitual, Margiela questiona a estética da moda de seu tempo. O estilista pesquisa a roupa nos mίnimos detalhes, estuda a construção da roupa pela sua desconstrução, revela seu avesso e torna aparente as etapas de sua fabricação.

Margiela questiona também o descarte da roupa com sua linha « Artesanal », feita de roupas vintage ou de objetos recuperados, transformados pelo estilista em peças únicas, costuradas à mão, ou com sua série « Replica » de roupas garimpadas que ele reproduz fielmente, como tantos clássicos atemporais.

Martin Margiela

Exposição Margiela Paris

Exposição de moda em Paris

Margiela : o estilista invisίvel

Margiela é considerado o estilista invisvel por ter preferido o anonimato para preservar sua vida privada, evitando entrevistas e aparições. Margiela deixa definitivamente a marca em 2009, que desde então é dirigida pelo britânico John Galliano.

Mais de 130 silhuetas, vίdeos de desfiles, arquivos e instalações especiais são apresentados nessa exposição que traz um olhar inédito sobre um dos mais influentes criadores da moda contemporânea.

Margiela para a Hermès

Para completar a mostra sobre Margiela, o museu das Artes Decorativas de Paris destaca seus oito anos de trabalho na maison Hermès, a partir de 1989, quando a maison desenvolve o prêt-à-porter.

Martin Margiela na Hermès

O estilista belga Margiela para Hermès

MARGIELA/GALLIERA, 1989-2009

De 3 de março a 15 de julho de 2018

Palais Galliera, 10, avenue Pierre-1er-de-Serbie, 16e.

Fechado às segundas-feiras

 

MARGIELA, Les années Hermès, 1989-2009

De 22 de março a 2 de setembro 2018

Les Arts Décoratifs. 107, rue de Rivoli, 1er

Fechado às segundas-feiras

 

E MAIS …

Azzedine Alaïa também é celebrado em Paris em 2018. Confira nesse post.

Reveja a exposição Dior, recorde de público nos Artes Decorativas. Aqui.

Assista a um desfile de moda na Galeries Lafayette. Detalhes no link.

COMPARTILHAR

POSTS RELACIONADOS

exposição sobre o sapato em Paris
Exposição sobre o Sapato no Artes Decorativas de Paris

O Museu das Artes Decorativas de Paris continua a explorar a relação do corpo e a moda, com um componente tão surpreendente quanto original, o sapato abordando aspectos históricos e técnicos em torno da marcha. A exposição « Marche e démarche », (em português, Caminhada e marcha), promete ser mais um grande sucesso no meio fashionista e…

LER MAIS
« Back Side, dos à la mode », exposição de moda no museu Bourdelle

O Palais Galliera, museu da moda de Paris, realiza exposições temáticas abordando décadas, grandes nomes do estilismo e figuras da moda, influências e evolução do vestuário. As exposições acontecem duas vezes por ano, quando o Galliera apresenta uma parte de suas inestimáveis e frágeis coleções que testemunham da genialidade criativa da moda do século XVIII…

LER MAIS
Dior em Londres, a exposição do ano

Londres e Paris são capitais prόximas separadas apenas por 2h15 de Eurostar, o trem de alta velocidade (300km/h) que liga as duas cidades pelo Canal da Mancha. A viagem é rapida e prática, pois o trem sai do centro de Paris, da Gare du Nord e em Londres, chega em uma região central, na estação…

LER MAIS
o famoso vestido Mondrian de Yves Saint Laurent
Museu Yves Saint Laurent : « a revolução Mondrian »

O Museu Yves Saint Laurent exibe atualmente a coleção outono-inverno 1965, que marcou a histόria da moda. Batizada « Revolucionária », ela propõe um estilo moderno e de vanguarda apoiada principalmente em uma série de vestidos, inspirados da obra do pintor Piet Mondrian (1872-1944). Para entender a ligação entre Mondrian e essa célebre coleção, começo abordando…

LER MAIS

COMENTÁRIOS

instagram | @beminparis

Please enter an Access Token on the Instagram Feed plugin Settings page.