Exposição de moda: Adrian e Alaïa- a arte do tailleur


Uma exposição inédita reune dois grandes nomes que mudaram a histόria da moda : Gilbert Adrian e Azzedine Alaïa. Pela primeira vez modelos de Azzedine Alaïa são exibidos ao lado de modelos de Gilbert Adrian, costureiro americano mίtico, conhecido simplesmente como Adrian.

Ao longo de sua carreira, Adrian foi diretor de figurinos na Metro Goldwyn Mayer em Holywood durante a ‘era de ouro » do cinema nos anos 1930. Adrian deixou Hollywood para criar sua maison em Nova Iorque, onde seus tailleurs estruturados, vestidos por Katherine Hepburn, Greta Garbo e Joan Crawford, serão precursores da moda americana dos anos 1940 e 1950.

Exposição de moda em Paris

Os mais de 150 modelos de Adrian colecionados por Azzedine Alaïa representam todas as facetas do costureiro Adrian admiradas pelo costureiro tunisiano, suas construções técnicas sofisticadas influenciadas da Alta costura parisiense, a elegância atemporal de suas criações e a exigência do corte.

Azzedine Alaia costureiro e colecionador

A exposição mostra a que ponto ambos dominavam a arte do tailleur com excelência e tinham obsessão pela técnica à serviço da arte da costura. O trabalho de Adrian serve de suporte à criação de Azzedine Alaïa, que a partir dos anos 1980 vai construir uma carreira excepcional sendo reconhecido como o mestre das formas e da silhueta.

Azzedine Alaia costureiro tunisiano

Mestre na arte do tailleur Gilbert Adrian

Especializado na costura do tailleur

A herança de Alaïa para a moda

Azzedine Aläia costureiro

Alaïa conquistou clientela própria com sua marca trabalhando com supermodelos da década de 1980, como Grace Jones, Stephanie Seymour e Linda Evangelista, além da cantora Tina Turner; ainda nos anos 80, a brasileira Luiza Brunet chegou a participar de um desfile de Alaïa. Mais recentemente, os seus vestidos foram usados por figuras públicas como as cantoras Lady Gaga e Rihanna, a modelo Naomi Campbell e a ex-primeira-dama dos Estados Unidos Michelle Obama. Desde sua morte repentina em 2017, suas criações são celebradas em exposições temporárias na Association Azzedine Alaïa, no coração do Marais.

Adrian et Alaïa. L’art du tailleur – até dia 23 de junho de 2019, em Paris, 18 rue de la Verrerie 75004

Costureiro das atrizes de Hollywood anos 1930

Leia aqui no Blog, outros posts sobre a Association Alaïa.

Mostrei essa exposição nos Stories do perfil @beminparis no Instagram, durante o Tour « Paris capital da moda », um circuito por lojas de luxo, lojas conceito, livrarias, hotéis design, com abordagem do contexto histόrico que vai fazer de Paris, capital da moda e da criação. Informações sobre passeios personalizados, pelo E-mail : contato@beminparis.com

COMPARTILHAR

POSTS RELACIONADOS

« Back Side, dos à la mode », exposição de moda no museu Bourdelle

O Palais Galliera, museu da moda de Paris, realiza exposições temáticas abordando décadas, grandes nomes do estilismo e figuras da moda, influências e evolução do vestuário. As exposições acontecem duas vezes por ano, quando o Galliera apresenta uma parte de suas inestimáveis e frágeis coleções que testemunham da genialidade criativa da moda do século XVIII…

LER MAIS
Dior em Londres, a exposição do ano

Londres e Paris são capitais prόximas separadas apenas por 2h15 de Eurostar, o trem de alta velocidade (300km/h) que liga as duas cidades pelo Canal da Mancha. A viagem é rapida e prática, pois o trem sai do centro de Paris, da Gare du Nord e em Londres, chega em uma região central, na estação…

LER MAIS
o famoso vestido Mondrian de Yves Saint Laurent
Museu Yves Saint Laurent : « a revolução Mondrian »

O Museu Yves Saint Laurent exibe atualmente a coleção outono-inverno 1965, que marcou a histόria da moda. Batizada « Revolucionária », ela propõe um estilo moderno e de vanguarda apoiada principalmente em uma série de vestidos, inspirados da obra do pintor Piet Mondrian (1872-1944). Para entender a ligação entre Mondrian e essa célebre coleção, começo abordando…

LER MAIS
mulheres negras na Vogue Paris
Vogue Paris e ONU Femmes – arte e causa social com mulheres inspiradoras

A Monnaie de Paris recebe até o dia 27 de fevereiro de 2019, a exposição “Artistes à la Une, Togeth’her”®, organizada para apoiar programas da ONU Femmes, em prol da igualmente dos sexos e autonomia da mulher. Artistas de várias parte do mundo, homens e mulheres, foram convidados à imaginar uma capa (virgem) da revista…

LER MAIS

COMENTÁRIOS

instagram | @beminparis

Please enter an Access Token on the Instagram Feed plugin Settings page.