Dior em Londres, a exposição do ano


Londres e Paris são capitais prόximas separadas apenas por 2h15 de Eurostar, o trem de alta velocidade (300km/h) que liga as duas cidades pelo Canal da Mancha. A viagem é rapida e prática, pois o trem sai do centro de Paris, da Gare du Nord e em Londres, chega em uma região central, na estação St. Pancras / King’s Cross. A praticidade  de ganhar tempo evitando protocolos de embarque e desembarque em aeroportos leva inúmeros viajantes a fazerem um bate e volta de 1 dia, entre duas das capitais de maior efervescência cultural da Europa.

Mais um bom motivo para sair de Paris rumo a Londres este ano é a exposição Dior que fica no museu londrino Victoria & Albert, até julho de 2019. Quem não se lembra do sucesso da exposição Dior, em Paris, em 2017, no museu das Artes Decorativas. Deslumbrante e recorde de público até o ultimo dia.

A exposição Dior em Londres é a maior já organizada na Grã-Bretanha e celebra o fascίnio de Christian Dior por esse paίs e sua constante influência em suas criações.

Christian Dior costureiro francês

Vestido de princesa

O vestido branco de organza criado em 1951 para os 21 anos princesa Margaret, irmã mais nova, única irmã de Elizabeth II, considerado uma obra-prima de Dior, pertence hoje ao Museum of London e é uma das peças-chaves da exposição.

vestido de princesa Dior em Londres

O mίtico tailler Bar

Chistian Dior New Look

O departamento de moda do museu Victoria & Albert cobre cinco séculos de moda e conserva peças excepcionais, dentre elas, 30 criações emblemáticas da maison Christian Dior, de diferentes épocas, inclusive, o mίtico tailler Bar, da primeira coleção Dior, apresentada em janeiro de 1947.

A exposição Dior, aberta desde 2 de fevereiro em Londres, já é sucesso de público e pode ser vista até 14 de julho, auge das férias de verão na Europa.

Maria Grazia Chiuri na Dior

2019 : Exposição Dior em Londres

« Christian Dior » : Designer of Dreams, no Victoria and Albert Museum, em Londres, até 14 de julho de 2019. Aberto todos os dias das 10h às 17h45. Às sextas-feiras, até às 22h. Com certeza, uma das exposições mais concorridas da temporada. Recomendo reserva dos ingressos com antecedência pelo site oficial do museu www.vam.ac.uk

 

Vale a pena ler de novo! o post aqui no Blog sobre a exposição Dior em Paris, que  em 2017 recebeu 700 000 visitantes. Neste link.

Baile Dior

COMPARTILHAR

POSTS RELACIONADOS

« Back Side, dos à la mode », exposição de moda no museu Bourdelle

O Palais Galliera, museu da moda de Paris, realiza exposições temáticas abordando décadas, grandes nomes do estilismo e figuras da moda, influências e evolução do vestuário. As exposições acontecem duas vezes por ano, quando o Galliera apresenta uma parte de suas inestimáveis e frágeis coleções que testemunham da genialidade criativa da moda do século XVIII…

LER MAIS
o famoso vestido Mondrian de Yves Saint Laurent
Museu Yves Saint Laurent : « a revolução Mondrian »

O Museu Yves Saint Laurent exibe atualmente a coleção outono-inverno 1965, que marcou a histόria da moda. Batizada « Revolucionária », ela propõe um estilo moderno e de vanguarda apoiada principalmente em uma série de vestidos, inspirados da obra do pintor Piet Mondrian (1872-1944). Para entender a ligação entre Mondrian e essa célebre coleção, começo abordando…

LER MAIS
Azzedine Alaia costureiro tunisiano
Exposição de moda: Adrian e Alaïa- a arte do tailleur

Uma exposição inédita reune dois grandes nomes que mudaram a histόria da moda : Gilbert Adrian e Azzedine Alaïa. Pela primeira vez modelos de Azzedine Alaïa são exibidos ao lado de modelos de Gilbert Adrian, costureiro americano mίtico, conhecido simplesmente como Adrian. Ao longo de sua carreira, Adrian foi diretor de figurinos na Metro Goldwyn Mayer…

LER MAIS
mulheres negras na Vogue Paris
Vogue Paris e ONU Femmes – arte e causa social com mulheres inspiradoras

A Monnaie de Paris recebe até o dia 27 de fevereiro de 2019, a exposição “Artistes à la Une, Togeth’her”®, organizada para apoiar programas da ONU Femmes, em prol da igualmente dos sexos e autonomia da mulher. Artistas de várias parte do mundo, homens e mulheres, foram convidados à imaginar uma capa (virgem) da revista…

LER MAIS

COMENTÁRIOS

instagram | @beminparis