As velas perfumadas da maison Trudon iluminam o Marais


Cire Trudon

A BEM in Paris foi conferir o novo endereço da boutique Cire Trudon, no n° 11, rue Sainte Croix de la Bretonnerie, no Marais. História, elegância e cores definem a maison, que existe desde 1643 e é o mais antigo fabricante de velas do mundo. Durante o século XVII, a rainha da França, Marie-Thèrese, concedeu a Maison Trudon o título de Manufacture Royale. As centenárias velas Trudon também conquistaram Maria Antonieta e até Napoleão Bonaparte, que no nascimento de seu filho, presenteou-lhe com uma vela realizada pela maison, com sua imagem incrustada em ouro.

 

Cire Trudon frascos

A Cire Trudon fabrica peças exclusivas para grandes nomes da moda como Cartier, Hermès, Kenzo, Guerlain e Dior, além de ornamentar alguns dos restaurantes estrelados de Paris. A maison desenvolveu uma linha à partir de extratos vegetais, que conferem às suas velas qualidade e perfumes inigualáveis.

Entre velas comuns (para castiçais e arranjos), velas perfumadas, cera para lacre e perfumes de ambiente, difícil resistir ao sutil refinamento e beleza de seus produtos. Na loja do Marais, encontramos algumas peças vintage à venda, como essas luvas perfumadas de pele de carneiro, que nos remetem aos bastidores da corte francesa, onde as luvas perfumadas eram usadas para amenizar odores.

Cire Trudon luvas

Cire Trudon marais

1643 : Claude Trudon adquire uma loja na rue Saint-Honoré e da início a sua atividade de merceeiro e fabricante de velas.

1714 : A Manufatura passa a utilizar cera de abelha para fabricar suas velas.

1715 : A Corte de Luís XV e as grande paróquias do reino passam a comprar velas brancas da Manufatura.

1737 : Herdeiro da família Trudon, Jérôme Trudon, adquire igualmente a Manufatura Real de Ceras, situada em Antony, arredores de Paris.

1762 : Um artigo é publicado na Enciclopédia das Ciências, sobre a arte de fabricar velas.

1789 : A Manufatura Trudon é fornecedora de Versalhes até os últimos momentos da monarquia e supera a Revolução Francesa.

1811 : A Manufatura entra na corte Imperial.

1889 : Com a Exposição Universal, nem a política, nem a indústria enfraquecem os negócios da Manufatura.

2007 : A empresa é batizada Cire Trudon e se especializa na produção de velas perfumadas.

A primeira boutique do século XX foi inaugurada em Saint-Germain-des-Prés, no n° 78 rue de Seine, 75006 Paris.

Cire Trudon Napoleao

Um ponto em comum entre a Maison Trudon e Napoleão, é que ambos escolheram a Abelha como símbolo.

Desde a Antiguidade, a Abelha se distingue como símbolo da ressurreição e da imortalidade. Muito cedo, era identificada nos primeiros emblemas da realeza francesa.
Em 1804, Napoleão procurava novas maneiras de representar o poder. Ele queria encontrar símbolos que marcassem a ruptura com a monarqua absoluta. Deixando para trás, a Flor de Lis, ele escolheu a Águia, bem como a Abelha, que evocava não somente as origens da realeza francesa, mas também a imagem do povo, trabalhando para o seu soberano, num espírito comunitário. Napoleão decidiu, assim, imprimir abelhas no brasão de armas do Império e, durante sua Coroação, no dia 2 em dezembro de 1804, na Catedral de Notre Dame de Paris, ele usou um luxuoso manto de veludo, na cor púrpura, bordado com abelhas.

 

aguia e abelha

Águia e abelha, símbolos de Napoleão Bonaparte

 

O Marais é um dos bairros onde propomos passeio guiado a pé. Passeio descontraído realizado por um Guia profissional, com explicações históricas e culturais e paradas gourmets em endereços selecionados a dedo por nossa equipe. Saiba detalhes no link.

E MAIS!

Conheça o JoBo, hotel de charme no Marais com decoração inspirada em Josefina Bonaparte. Nesse link.

Uma loja no Marais dedicada ao make-up e cosméticos Chanel. Confira!

The Hoxton Paris, hotel e hot spot parisiense – Leia aqui

COMPARTILHAR

POSTS RELACIONADOS

Veneza festejada no Museu Cognacq-Jay

Ate 25 de junho de 2017, o museu Cognacq-Jay, no Marais, apresenta uma exposição sobre as festas venezianas. Paradoxalmente, mesmo diante do enfraquecimento de seu poder polίtico, econômico e territorial desde a Renascença, Veneza conhece uma riquίssima fase cultural no século XVIII. A Cidade dos Doges, como para exorcisar seu declίnio que culminou com a…

LER MAIS
Festas e Divertimentos na Corte de Versalhes

Luίs XIV compreende desde cedo o papel polίtico e social dos divertimentos que contribuem para o esplendor da monarquia. O « Rei Sol » promove grandes festas e eventos memoráveis durante todo seu reinado, atribuindo grande importância a esses eventos considerados por ele, parte da arte de governar. O desafio dos cortesãos por outro lado, era o…

LER MAIS
Exclusivo café da manhã Pierre Hermé no Le Royal Monceau

  Nada melhor que começar o dia com um bom café da manhã, melhor ainda com um café da manhã onde as delίcias levam a assinatura de Pierre Hermé, melhor pâtissier do mundo, tίtulo conquistado em 2016, pelo World’s 50 Best Restaurants. Pierre Hermé foi o primeiro a elevar a pâtisserie no mundo do luxo…

LER MAIS
Nuit Blanche : noite cultural em Paris

A « Nuit Blanche », que literalmente significa « noite em claro » acontece uma vez por ano, no primeiro sábado do mês de outubro. Durante toda a noite, museus, monumentos e locais emblemáticos da capital francesa são abertos gratuitamente ao público, noite afora, exibindo instalações artísticas, concertos e animações inusitadas, algumas criadas especialmente para o evento, que destaca…

LER MAIS

COMENTÁRIOS

instagram | @beminparis

Please enter an Access Token on the Instagram Feed plugin Settings page.