Castelo de Cheverny no Vale do Loire: famoso castelo do Tintin


Vocês estão sempre me perguntando sobre passeios perto de Paris. Uma das regiões mais prόximas da capital francesa é a região do Vale do Loire (a cerca de 2h20 de carro) famosa pela presença de seus inúmeros e majestosos castelos. A região do Vale do Loire é também conhecida por ser uma região vitivinícola e produzir alguns dos melhores vinhos da França.

No auge desse verão, o Vale do Loire foi um dos destinos mais solicitados entre os passeios que organizamos. Geralmente, guiando, nem sempre é possίvel compartilhar os passeios com vocês nos Stories do Instagram @beminparis. Aproveito esse post para falar de um dos castelos visitados nessa temporada, o castelo de Cheverny.

Castelo de Cheverny no Vale do Loire

Um dos primeiros exemplos da arquitetura clássica francesa

A Fachada principal de Cheverny é ornada por bustos romanos esculpidos « à moda antiga » muito comum desde a Renascença. Inspirado do Palácio de Luxemburgo, em Paris,  o plano geral de Cheverny, simétrico, com seus grandes pavilhões de ângulos ressaltados por duomos e sua decoração de pedra em linhas sobrepostas, é uma inovação na época. Estes elementos se tornarão caracterίsticas da arquitetura clássica francesa.

Sugimentp da arquitetura classica francesa em Cheverny

Um castelo particular

O castelo de Cheverny tem a particularidade de pertencer à mesma famίlia há mais de seis séculos. Imaginem que preciosidade ! A famίlia ainda hoje reside em uma parte do castelo, que tem vários salões abertos para visitação. Como é um castelo pequeno, temos a impressão de estarmos, de fato, sendo convidados a entrar na casa (no castelo) de um amigo. N’est pas !? #nãoémesmo

O domίnio pertence à familia Huralt, uma famίlia de financistas e oficiais que se destacaram a serviço de vários reis da França, desde o século XVII. Entre 1624 e 1640, o Conde Henri Huralt e sua esposa Marguerite Gaillard de la Marinière mandaram construir um castelo no lugar de uma fortaleza edificada em 1500. Cheverny foi terminado por seus descentes e classificado como « palácio encantado ». Cheverny foi aberto ao público em 1922, e desde então, encanta adultos e crianças de todo o mundo, nesta que é uma das regiões mais visitadas da França.

Art de vivre à francesa nos salões de Cheverny

O castelo de Cheverny tem um acervo de peças de mobiliário únicas. O salões são um testemunho fiel da arte de viver à francesa e da excelência artίstica da França, nos quais são apresentados tapeçarias de Gobelins do século XVII, cômodas da época de Luίs XIV e outros tesouros que evidenciam o refinamento peculiar da famίlia Huralt, transmitido de geração em geração.

Vestido de noiva no castelo de Cheverny

A requintada decoração de Cheverny

Decoração sofisticada e vida de castelo em Cheverny

Cheverny castelo pequeno e encantador no Vale do Loire

Decoração de mais de seis séculos em Cheverny

A capela do castelo de Cheverny

Vista para o parque do Castelo de Cheverny

Cheverny é o famoso castelo do Tintin

O cartunista belga Hergé (1907-1983) inspirou-se em Cheverny para criar o castelo de Moulinsart, propriedade fictícia de um antepassado do Capitão Haddock, parceiro de seu famoso personagem Tintin. Na visita ao castelo de Cheverny é possίvel visitar uma exposição permanente sobre Tintin.

Museu do Tintin em Cheverny Vale do Loire

Exposição permanente em Cheverny sobre Tintin

O parque do castelo de Cheverny é de rara beleza e nele estão plantadas árvores extraordinárias, entre as quais tίlias, sequόias gigantes e cedros de diversas variedades.

Parque do castelo de Cheverny

O castelo de Cheverny não é grande, mas é preciso prever pelo menos duas horas para visitá-lo com tempo para apreciar os detalhes de sua decoração, visitar o parque, o canil e as diversas atrações do domnio.

O pomar do castelo também é acessível ao público.

Pomar do castelo de Cheverny

Muito comum pomares nos castelos do vale do Loire

A visita do castelo de Cheverny  pode ser combinada com a visita do castelo de Chambord, que fica a cerca de 30 minutos dali. Já escrevi no blog, sobre o impressionante Chambord, o maior castelo do Vale do Loire (Link para o post, aqui).

E MAIS

Mais um castelo da Loire, que é um sonho! o Castelo de Chenonceau, conhecido como o castelo das Damas. Nesse link.

COMPARTILHAR

POSTS RELACIONADOS

Museu das Artes Decorativas de Paris: vitrine do design

O Museu das Artes Decorativas de Paris fica no mesmo prédio do Louvre, no 107 rue de Rivoli. O MAD, como é conhecido entre os franceses, é mais conhecido do público estrangeiro por suas exposições temporárias de grande expressão, como foi a exposição Dior, recorde de público em 2017. Aos interessados por criação e design,…

LER MAIS
Paris capital da moda e da criação
Versalhes inspira coleção de Alaia

Desde a morte do costureiro Azzedine Alaia em novembro de 2017, seu antigo atelier foi transformado em espaço de exposição de suas coleções. Até 6 de janeiro de 2019, uma de suas primeiras e mais impressionantes coleções poderá ser admirada no 18, rue de la Verrerie, no Marais. A exposição intitulada L’Alchimie secrète d’une collection…

LER MAIS
Exposiçao pintura pastel no Louvre
Louvre: a arte da pintura em pastel

O museu do Louvre reune pela primeira vez,  uma das mais excepcionais coleções de pastéis européus dos séculos XVII e XVIII. A coleção apresenta 120 pastéis, dentre eles, algumas obras-primas, como o Retrato da marquesa de Pompadour, pelo artista Maurice Quentin de La Tour.  A técnica da pintura em pastel, é utilizada desde o final…

LER MAIS
Museu Marie Curie: histόria e memόria cientίfica

Em novembro de 1891, Maria Sklodowska deixa a Polônia natal como governanta para realizar o sonho de estudar na Sorbonne, em Paris, longe de imaginar o importante legado que deixaria para o mundo, como Marie Curie. Aos 24 anos, a brilhante estudante ingressa na Sorbonne para seguir seus estudos em Fίsica e Matemática. Em 1894,…

LER MAIS

COMENTÁRIOS

instagram | @beminparis