A moda de Balenciaga e Azzedine Alaïa celebrada em Paris


A moda de Balenciaga e Azzedine Alaïa é celebrada em exposição inédita em Paris nesse primeiro semestre de 2020.

Paris celebra Balenciaga e Alaia

ecposição Baleciaga e Alaia em Paris

O costureiro espanhol Cristóbal Balenciaga, nasceu na Espanha em 1895. Em 1919 abriu a sua primeira casa de costura em San Sebastian (Espanha) e devido a Guerra Civil Espanhola mudou-se para Paris, onde abriu sua maison em 1937.

O costureiro espanhol Balenciaga

Balenciaga foi considerado o arquiteto da alta costura pelo seu amplo conhecimento na confecção dos trajes e perfeccionismo. O vestido baby doll, o vestido túnica e o vestido saco, criados por Balenciaga são peças de vestuário que se tornaram a base do guarda-roupa feminino contemporâneo. O estilo de Balenciaga é marcado por linhas depuradas e corte preciso, além da virtuosidade das técnicas de costura que fizeram dele um dos mais respeitados e influentes costureiros do século XX.

Nos anos 1960, suas roupas já não causavam o mesmo impacto para uma clientela moderna que aderia cada vez mais ao prêt-à-porter deixando a Alta-costura de lado, o que leva Balenciaga a fechar sua maison instalada  no 10 Avenue George V.

Com a morte de Balenciaga em 1972, a grife cai em esquecimento total pela mídia e ressurge em 1997, com a contratação do francês Nicolas Ghesquière. A Balenciaga faz parte hoje do grupo Kering e seus tênis e bolsas são icônes da moda atual.

Balenciaga e Azzedine Alaïa : escultores das formas

Balenciaga e Alaia escultores das formas

Balenciaga e Alaia lado a lado em Paris

A exposição na Association Azzedine Alaïa reune modelos de Balenciaga recuperados por Alaïa quando do encerramento da marca nos anos 1960. Além de peças de Balenciaga, Alaïa também colecionou vestidos de grandes mestres do estilismo, como Grès, Vionnet e Schiaparelli, pelo gosto de colecionar peças icônicas e pela pesquisa.

O costureiro Azzedine Alaia

Nascido na Tunísia, Alaïa estudou no Instituto Superior de Belas Artes de Tunes da cidade de Tunis e chegou em  Paris 1957 com o fim da Guerra da Argélia.

A maison de Azzedine Alaïa conquistou fama mundial na década de 1980 com suas criações que tratavam o corpo feminino de forma escultural.

O mundo fashion perde Azzedine Alaïa em 2017, com sua morte em Paris.

Destinos cruzados de Balenciaga e Azzedine Alaïa 

Quarenta e cinco anos separam a obra de Balenciaga e Alaïa, que têm em comum em seus modelos, o equilíbrio das formas e dos volumes e uma cartela de cores similar, com destaque para o preto.  Ambos dominavam a arte de embelezar as curvas da mulher, misturando com ousadia, materiais inovadores e técnicas modernas, transformando modelos clássicos em peças esculturais.

Balenciaga e Alaia modelos inéditos

Essa foi mais uma exposição que mostrei nos Stories do Instagram @beminparis. Estou sempre mostrando novidades por lá e adorando a interação de vocês.

ASSOCIATION AZZEDINE ALAIA NO MARAIS

A exposição “Azzedine Alaïa collectionneur. Alaïa et Balenciaga. Sculpteurs de la forme”, vai até 28 junho de 2020, na Association Azzedine Alaïa. 18, rue de la Verrerie. 75004 Paris. Todos os dias, das 11h às 19 h.

Azzedine e Alaia lado e lado

Balenciaga e Alaia em exposição em Paris

UMA PARIS CULTURAL SOB MEDIDA PARA VOCÊ

Os passeios guiados da BEM in Paris proporcionam uma verdadeira imersão na cultura francesa, incluindo arte, patrimônio, arquitetura, estilo de vida parisiense, gastronomia e tour de compras. Todos as visitas culturais e passeios contam com a presença de uma Guia profissional em respeito ao seu desejo de conhecer uma Paris além do óbvio.  Nosso E-mail: contato@beminparis.com

E MAIS 

Leia outros posts sobre exposições passadas na Association Azzedine Alaïa. Nesse Link.

Balenciaga ja foi tema de exposição no Museu Bourdele. Leia aqui.

Gosta de moda ? relembre a exposição Dior no Artes Decorativas. Nesse link.

Como resistir em rever os fantásticos cenários criados por Karl Lagerfeld para Chanel ? Reveja aqui.

 

COMPARTILHAR

POSTS RELACIONADOS

Bicentenário da morte de Napoleão

O bicentenário da morte de Napoleão Bonaparte é comemorado neste ano de 2021. Personagem complexo e controverso, cuja vida oscila entre heroísmo e tragédia, vitória e derrota, avanços modernos e medidas regressivas. Com seu afastamento do poder na França, Napoleão foi exilado pelos ingleses na ilha de Santa Helena, um dos lugares mais isolados do…

LER MAIS
afrescos de Pompeia
Exposição Pompeia no Grand Palais

Com a pandemia, as exposições de 2020 ficaram comprometidas. Felizmente, o Grand Palais pôde abrir por uns meses e nesse intervalo fui conferir a exposição Pompeia, uma das mais esperadas da temporada. Fiquei impressionada com os efeitos especiais, que davam mesmo a sensação de imersão na antiga cidade de Pompeia e de por alguns instantes,…

LER MAIS
flores dos jardins de Monet
Jardins de Monet: turismo na pandemia

O Turismo na França e no mundo foi um dos setores mais impactados pela pandemia do covid19, declarada no primeiro trimestre de 2020. Trabalhei até o dia 23 de março e me lembro que minha última visita guiada foi ao Palácio de Versalhes, contratada por uma querida cliente que já tinha feito visitas guiadas com…

LER MAIS
Emily in Paris com look xadrez e boina vermelha
Emily in Paris: fashionismo e cultura

“Emily in Paris” é certamente uma das séries mais comentadas dos últimos anos. Teve estréia em outubro de 2020 e foi uma opção de programa leve, divertido e ao mesmo tempo, uma imersão em endereços icônicos de Paris, que deu pra matar saudades de muita gente que teve o sonho de viagem para Paris, adiado,…

LER MAIS

COMENTÁRIOS

instagram | @beminparis

This error message is only visible to WordPress admins

Error: No connected account.

Please go to the Instagram Feed settings page to connect an account.