4 exposições no Artes Decorativas : design e moda


No Museu das Artes Decorativas, moda, publicidade e artes decorativas estão reunidos em mais de 10 000m². As coleções ilustram a histόria do gosto, do talento, da ingeniosidade e da arte de viver da Idade Média aos dias de hoje.

Fui conferir as 4 exposições temporárias do Artes Decorativas com temas relacionados ao design e a moda. Difίcil eleger a mais interessante. Qualquer uma das quatro, já vale e muito, a ida ao museu.

Até 8 de janeiro de 2017 – Design

Roger Tallon – Le design en mouvement

Roger Tallon é reconhecido como o pioneiro do design industrial francês (1929-2011).

Para cada projeto, Tallon aplica sua concepção de um design global : ergonomia ; cores, sinalização e embalagem. Sua ambição é de conceber objetos e espaços pensados para acompanhar a evolução dos modos de vida.

Tallon acredita muito cedo que o design não se limita apenas ao produto mas que o mesmo carrega em si uma dimensão cultural. Essa percepção o leva ao estreitar relações com o mundo da arte contemporânea e a pesquisar sobre o trabalho de artistas plásticos.

Roger Tallon iniciou, impulsionou, acompanhou e antecipou a histόria do design francês. Ele compreendeu intuitivamente, desde os anos 1950, o papel essencial que teria o design na construção da sociedade do pόs-guerra e percebeu que o design teria que avançar para assegurar sua perenidade e se abrir para todas as oportunidades, inclusive a de redefinir os parâmetros da produção de novos modos de vida.

O designer deixou uma herança que modificou o cotidiano dos franceses, trabalhando em especial no design dos trens ferroviários, como o famoso TGV Dupleix (o trem de alta velocidade).

artdecoexpo

artdecoexpo1

artdecoexpo2

 

Até 12 de fevereiro de 2017 – Design

Jean Nouvel – Mes meubles d’architecte sens et essence

O francês Jean Nouvel é um dos maiores nomes da arquitetura contemporânea. Jean Nouvel é o nome por trás de construções importantes em Paris, dentre elas, o  Instituto do Mundo Árabe, o Museu do Quai Branly e recentemente o arrojado projeto da Philarmonie de Paris. O Artes Decorativas dedica uma exposição ao mobiliário e aos objetos editados  com assinatura Jean Nouvel, mais de cem criações desde 1987.

Além de uma simples retrospectiva, essa exposição cria um diálogo entre suas criações e o exposição permanente do museu, sua histόria e suas coleções.

Ao longo da exposição, as galerias da Idade Média e da Renascença, aquelas dedicadas aos séculos XVII e XVIII, mas também espaços dedicados às coleções de design gráfico e de publicidade, criam composições inéditas.

Como outros grandes arquitetos, de Mies van Der Rohe a Le Corbusier, Jean Nouvel há muitos anos também se dedica ao design mobiliário. Ele costuma dizer : « não me considero designer, mas um arquiteto que faz design ». Seus mόveis e objetos domésticos são funcionais de um rigor absoluto, sempre integrados a cultura da época ; à imagem de sua concepção e de sua prática de uma arquitetura contextual.

artdecoexpo3

artdecoexpo4

artdecoexpo5

Até 26 de fevereiro de 2017 – Design

L’Esprit du Bauhaus

« Arquitetos, escultores, pintores, todos nόs devemos retomar a criação artesanal » escreve o arquiteto Walter Gropius em seu manifesto da Bauhaus. Fundada em 1919 em Weimar, e fechada em 1933 em Berlim, tendo em vista o avanço do nazismo, a Bauhaus é uma escola de ensino artίstico que se impôs como uma referência da histόria da arte do século XX. Ela foi criada por Gropius para dar vida a moradia e a arquitetura, por meio da sίntese das artes plásticas, do artesanato e da indústria.

A influência da Bauhaus é considerada imediatamente e formidavelmente de  vanguarda. Rapidamente, o nome “Bauhaus” designa mais que uma escola, e se torna o sίmbolo de toda uma corrente de arte moderna, que abriu caminho para o minimalismo e  deu adeus aos ornamentos e detalhes do tipo.

A exposição L’Esprit du Bauhaus, com mais de 700 obras, objetos, mobiliário, criações têxteis, pintura, etc, ; aborda o contexto histόrico e as bases que permitiram a criação da Bauhaus, levando o visitante a seguir todas as etapas do curso dos estudantes nos diferentes ateliês. Exposição inspiradora, que poderá interessar amadores de arte e de design, bem como estudantes da área.

artdecoexpo6

artdecoexpo7

artdecoexpo8

 

Até 23 de abril de 2017 – Moda

Tenue correcte exigée

A cada estação do ano, como na atualidade social e polίtica, na moda é também difίcil escapar de cόdigos. A exposição « Tenue correcte exigée »  “Traje Correto Exigido, Quando a Roupa Dá um Escândalo” » convida o espectador a revisitar os escândalos que marcaram a histόria da moda do século XV aos dias de hoje.
A proposta da exposição é explorar mais de 300 trajes e acessόrios, fotografias, caricaturas e objetos que representam as liberdades e as infrações feitas à norma vestimentar, aos cόdigos e aos valores morais. Vestido esvoaçante, calça feminina, saia para homem, smoking para mulher, mini-saia, baggy ou blue jeans, que se tornaram indispensáveis e marcaram uma ruptura, provocando duras crίticas e interdições. Porque eram muito curtos ou muito longos, muito colados ou muito largos, julgados vulgares ou pudicos,  muito femininos para o homem, muito masculinos para a mulher, essas roupas transgrediram a ordem estabelecida.  A exposição se articula em torno de três temáticas fortes : a roupa e a regra, será que homem ou mulher ? e a provocação dos excessos.

« Como devemos nos vestir » ? tal é a questão  que a exposição objetiva responder procurando dar uma nova abordagem quanto aos desafios suscitados pelas escolhas de estilo.

Vale lembrar que a coleção de moda do Artes Decorativas é apresentada ao público unicamente durante as exposições temporárias. Estando em Paris até 23 de abril de 2017, não perca a oportunidade de conferir essa exposição excepcional.

artdecoexpo9

artdecoexpo10

artdecoexpo11

 

Musée des Arts décoratifs
107, rue de Rivoli
75001 Paris

Metrô : Palais-Royal, Pyramides ou Tuileries

Funcionamento :

De terça a domingo, das 11h às 18h
• As quintas-feiras : noturno até às 21h (exposições temporárias unicamente)
• Fechado às segundas-feiras, 25 de dezembro, 1° de janeiro e 1° de maio.

 

E mais!

Exposição de moda : Anatomia de uma coleção – Leia aqui

 

COMPARTILHAR

POSTS RELACIONADOS

O icônicos modelos desenhados pelo costureiro Yves Saint Laurent
Um museu para Yves Saint Laurent

O Museu Yves Saint Laurent é a realização do sonho e iniciativa de Pierre Bergé, companheiro de Yves Saint Laurent (1936-2008)  durante doze anos. Em 1962,  Yves Saint Laurent cria, ao lado de Pierre Bergé, sua prόpria maison, situada no n° 30 bis, rue Spontini, no 16° distrito de Paris. Com o sucesso imediato do…

LER MAIS
Martin Margiela
Martin Margiela em duas exposições em Paris

Paris dedica duas exposições retrospectivas ao grande estilista belga Martin Margiela. Uma retraça sua trajetόria no museu Galliera, a outra, no museu das Artes Decorativas, aborda seus anos de colaboração com a maison Hermès. Primeira retrospectiva dedicada a Martin Margiela, em Paris, a exposição retraça, da primavera-verão 1989 a primavera-verão 2009, a carreira do estilista,…

LER MAIS
Chistian Dior New Look
Exposição celebra os 70 anos de Alta costura da Dior

O Musée des Arts Décoratifs (museu das artes decorativas) de Paris, apresenta uma retrospectiva excepcional de sete décadas de histόria e de criação da maison Dior. A exposição que celebra os 70 anos da Alta costura da Dior mostra a extrema riqueza do universo criativo de Christian Dior apresentando trezentos vestidos de Alta costura, inúmeros…

LER MAIS
Os Globos de Luis XIV : objetos de arte e de ciências

Os Globos de Coronelli, também chamados Globos de Marly são dois globos (terrestre e celeste) de grande dimensão (4 m de diâmetro) realizados por Vincenzo Coronelli e oferecidos a Luίs XIV, grande protetor das artes e da navegação no século XVII. Os Globos de Luίs XIV foram encomendados para apresentar os conhecimentos cientίficos da época,…

LER MAIS

COMENTÁRIOS

instagram | @beminparis